facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailfacebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

 

Final de ano é período de reflexão. Não é diferente para instituições sérias como a Associação de Defesa Etnoambiental Kanindé. O ano foi de muito trabalho. O balanço está sendo feito em reuniões com todos os colaboradores na sede do Centro de Treinamento na área rural de Porto Velho. Cada equipe está apresentando os resultados alcançados durante os projetos executados durante todo o ano de 2014. A reunião de planejamento é coordenada por Ivanete Bandeira, coordenadora geral da Kanindé. Os trabalhos de avaliação começaram com uma análise de Conjuntura feita por Ivaneide Bandeira, uma das mais atuantes dentro da instituição. Ivaneide Bandeira, juntamente com Israel Vale coordena a maioria dos projetos desenvolvidos pela Kanindé. Atualmente estão em execução os projetos Territórios Sustentáveis – ADT, Corredores Etnoambientais Sustentáveis – Moore, Fortalecimento das ações ambientais na região do Corredor Ecológico Binacional Guaporé/Itenez-Mamoré – AVINA e Fortalecimento cultural das Parteiras, além das atividades relacionadas ao Ponto de Cultura mantido em parceria com o Governo do Estado, sob administração de Ivanete Bandeira e o Plano de Manejo da Resex do Rio Cautário e do Parque Estadual de Guajará-Mirim que vem sendo realizado com recursos do FUNBIO sob o comando de Israel Vale. Alcilene Paes traçou um panorama sobre a administração do Centro de Formação e o programa de estágio que ajuda na formação tanto de indígenas quanto de profissionais para atuarem nos projetos desenvolvidos pela Kanindé. Todos os presentes fizeram um balanço dessas atividades e puderam ouvir também os estagiários suecos que estão há três meses no Brasil acompanhando diretamente os projetos da Kaninde. “Foi um ano bastante produtivo, de muito trabalho e resultados”, ressaltou Ivanete Bandeira, coordenadora da Kanindé. Patrick e Johana puderam ver in loco todas as atividades, algumas delas financiadas pela ONG Amigos da Terra da Suécia, a qual eles pertencem, completou Ivaneide Bandeira. Para o ano que vem a Kanindé elaborou um Projeto Político Pedagógico para nortear as ações do ano vindouro. “Vamos investir em formação dos nossos profissionais e de todas as pessoas atendidas pela Kanindé, percebemos que isso está faltando durante esse trabalho feito no ano de 2014, por isso resolvemos elaborar esse plano para executar em 2015”, informou Sergio Cruz que vai coordenar as atividades da Kanindé nessa questão.

Crédito: Andreia Fortini

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não foi publicado.