Capa  Notícias leia mais A diversidade indígena no Brasil

A diversidade indígena no Brasil

FONTE: ECAM

No Brasil, o dia 19 de abril é a data em que se comemora o Dia do Índio, criada pelo presidente Getúlio Vargas por meio do decreto-lei 5.540 de 1943. A data relembra o dia, em 1940, no qual várias lideranças indígenas do continente resolveram participar do 1º Congresso Indigenista Interamericano no México. Durante o evento foi criado o Instituto Indigenista Interamericano, sediado no mesmo país, que na época tinha como função zelar pelos direitos dos indígenas na América. O Brasil não aderiu imediatamente ao Instituto, mas após a intervenção do Marechal Rondon, o País apresentou sua adesão e oficializou a data.

Falar de índios no Brasil significa falar também de diversidade de povos. São um exemplo concreto e significativo da grande diversidade cultural existente no País. Segundo dados do Censo 2010, atualmente são 817 mil índios, que representam 220 diferentes povos, cerca de 0,4% da população brasileira, e estão distribuídos entre 688 terras indígenas e algumas áreas urbanas. Um número pequeno se compararmos com os 5 milhões de indígenas que habitavam terras brasileiras quando da chegada dos portugueses.

 

De acordo com a Fundação Nacional do Índio - FUNAI estudos recentes comprovam que a população indígena vem aumentando rapidamente nas últimas décadas. Outro dado interessante é que mais da metade da população indígena está localizada nas regiões Norte e Centro-Oeste do Brasil, principalmente na área da Amazônia Legal. Mas há índios vivendo em todas as regiões brasileiras, em maior ou menor número.

 

São eles os grandes protetores das florestas, dos rios e da biodiversidade como um todo. Desde pequenos aprenderam a viver em harmonia com o meio ambiente e a proteger sua cultura e seu território. Lições de anos atrás que deveriam fundamentar discussões e resoluções atuais de organizações, sociedades e governos. A falta de políticas mais eficientes que fortaleçam e apóiem às comunidades indígenas é um dos grandes problemas no Brasil. Junto a isso pode-se falar também as constantes ameaças sofridas pelos indígenas por madeireiros e fazendeiros que querem a todo custo se apropriar dos recursos naturais de suas terras.

mais notícias ++++

Defesa firma contrato de R$ 80 milhões com BNDES para monitorar desmatamento na Amazônia

O Ministério da Defesa (MD) anunciou nesta segunda-feira (20) o investimento de R$ 80,5 milhões para o Projeto Amazônia SAR, com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da União. O projeto significa uma nova realidade no combate ao desmatamento ilegal e outros crimes ocorridos ... Leia mais

Defesa e BNDES assinam financiamento de R$ 80,5 mi para monitoramento da Amazônia

O Ministério da Defesa e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) assinaram nesta segunda, 20, um contrato de financiamento para o projeto Amazônia SAR. O objetivo é que um radar muito mais potente do que o existente hoje monitore a Amazônia. Como antecipado pelo Broadcast, serviço em tempo real, ... Leia mais

Rondônia é o terceiro estado da Amazônia no ranking do desmatamento ilegal nos últimos 11 meses

Mato Grosso lidera o ranking de desmatamento acumulado nos onze primeiros meses do calendário atual de desmatamento na Amazônia Legal do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), no período de agosto de 2014 a junho de 2015. Foram desmatados no Estado 943 quilômetros quadrados, equivalente ... Leia mais

próximo >

Carregando ...

[<<]

[>>]

[X]